5 de julho de 2015

Conheça o Palio de Siena

           Você já ouviu falar no Palio di Siena?


          O Palio é um evento tradicional da cidade de Siena, localizada na região da Toscana na Itália, onde acontece uma corrida de cavalos com seus cavaleiros, somente duas vezes ao ano, em Julho e em Agosto, na Piazza del Campo. O palio tem origens antigas e medievais com alguns regulamentos ainda válidos desde 1644, ano em que começou o palio com os cavalos, e que ainda acontece ininterruptamente até hoje (exceto durante as duas guerras mundiais).

Piazza del Campo vista do alto em um dia de Palio.
        O território da cidade é dividido em dezessete contradas com os limites estabelecidos em 1729 pela notificação de Violante da Baviera, o governador da cidade. Cada contrada é como se fosse um pequeno Estado, com chefes e pessoas responsáveis em governar esse Estado. Cada uma possui em seu território uma igreja que fica ao lado da sede onde é mantido os bens da contrada como também suas relíquias, bandeiras e arquivos.
Mapa da cidade e suas contradas.
Bandeiras de cada contrada.
             Na manhã do dia 29 de junho (para o Palio de Julho) e do dia 13 de agosto (para o Palio de Agosto),  iniciam os preparativos de quatro dias intensos do Palio, que vão desde os sorteios dos cavalos para cada contrada, jantares, missa com a presença dos cavalos dentro da igreja, apresentações com as bandeiras de cada contrada, cortejo histórico, até a corrida em si.
Os "Sbandieratori" fazendo sua performance com as bandeiras.
O "Carroccio", carro de boi, carregando o palio.

Cortejo Histórico (Corteo storico).
Entenda a corrida do Palio

            Antes de tudo, a Piazza del campo é preparada com areia, argila e tufo (pedrinhas) em uma espessura de mais ou menos 15 cm, para amortecer as galopadas dos cavalos. 
         No dia da corrida, os cavalos entram na Piazza após um som de canhão, e cada cavaleiro recebe um chicote, que pode ajudar na corrida ou até mesmo atrapalhar os adversários. Eles se direcionam às cordas de largada,  e é nos espaço entre elas que os cavalos se acomodam, ficando somente um do lado de fora, que vai decidir o início da corrida. Esse décimo e ultimo cavaleiro decide quando quer entrar e iniciar a prova. Se essa entrada não for válida, um som de canhão é tocado para parar os cavalos. 
Momento antes do início da corrida. Cavalos entre as cordas de largada.
Momento da entrada do último cavalo, dando início à corrida.
          Esse último cavaleiro tem que completar três voltas, sendo mais ou menos 1000 metros, e só o primeiro que chegar é que terá a glória da vitória. Quem ganha é o cavalo, e este ainda pode ficar "Scosso", ou seja, sem o cavaleiro. As curvas da Piazza del Campo (curva de San Martino e curva del Casato) são quase "fatais", pois são muito fechadas, e o solo tem uma leve inclinação, favorecendo uma possível queda do cavalo.

Mapa da Piazza del Campo.
          As comemorações se iniciam subitamente após a corrida e a emoção toma conta de todos presentes na piazza. O palio é entregue à contrada, e o cavaleiro juntamente com seus "Contradaioli" (pessoas que fazem parte da contrada), se direcionam à igreja de Nossa Senhora de Provenzano (em julho) e à Catedral- Duomo (em agosto), cantando músicas dando graças à Nossa Senhora.

O Palio e a comemoração da contrada.
      Essa época do ano na Itália é verão, e a contrada vencedora vai até o outono comemorando, entre os meses de setembro e início de outubro, para lembrar sempre a cidade de quem venceu o Palio, e termina com um jantar da vitória, onde estão presentes milhares de "Contradaioli", e no lugar de honra, o admirado herói da festa, o cavalo.
            O Palio é uma celebração secular em que participam espontaneamente todo o povo de Siena, portanto, não há nenhuma necessidade de uma organização oficial para a coordenação de vários serviços. Por esta razão, também a venda de assentos nas arquibancadas, nas varandas e janelas localizadas na piazza del campo, é realizada individualmente por seus proprietários.

Mas afinal, o que é um Palio?

        Você deve estar se perguntando o que deve ser um palio, não é mesmo?  Já digo de primeira que não é um carro popular (rsrs). A contrada ganha o palio, e o que seria isso?
         Segundo o site significados.com.br, no contexto religioso (que tem muito a ver com o palio de Siena), é um dossel ou sobrecéu portátil, um tecido que é sustentado por quatro ou mais varas.  É usado em cortejos ou procissões para abrigar o sacerdote em questão ou o Sacramento que está sendo transportado. Além disso, um pálio também é uma tira de tecido (parecida com um colarinho) usada sobre os ombros, que representa um símbolo de poder e autoridade de um líder religioso do Catolicismo. Inicialmente era usado somente pelo Papa, mas a partir do século VI começou a ser usado também por arcebispos metropolitanos. Então, na corrida do palio de Siena, representa o poder da contrada vencedora. 
           O vídeo abaixo eu fiz com ajuda do meu professor de italiano para um evento da escola, e nele mostra um pouco como funciona o Palio de Siena (Vale a pena assistir!).


              E nesse vídeo mostra a corrida de 2 de Julho desse ano (2015), dando à contrada "Torre" o prêmio de vencedora. Em segundo lugar, ficou a contrada "Onda", que sempre foi sua rival. 

               Emocionante, não?

O Palio não é um evento revivido e organizado para o turismo: é a vida do povo de Siena no tempo e em diferentes aspectos e sentimentos. 

E para terminar...

            Não podia deixar de postar a minha foto na Piazza Del Campo, e sobre esse dia eu conto em um outro post.
Eu, em minha viagem à Siena em fevereiro de 2015. Foto tirada por um turista japonês.

Referências: http://www.ilpalio.org/
Reações:

3 comentários:

Obrigada pelo seu comentário! ;)